Por que feliz ano novo?

 

tempo

Final de ano é um derramar de felicidades para todos os lados. Os desejantes espalham felicidades para qualquer um que cruzar o caminho: “Ei! Feliz ano novo!” “Obrigado! Feliz ano novo pra você também!” Ahhh!… Como sou feliz dizendo para ser feliz para quem eu quero que seja feliz! Ahhh!… Como sou feliz dizendo para ser feliz quem não conheço e até para pessoas que não quero que sejam tão felizes! Faço do final do ano a síndrome da felicidade cinicamente plastificada. Final de ano, tempo de agendar felicidades!

Que me perdoem os felizes do reveillon plastificado. Não! O ano não é feliz. Que me perdoem os desejantes de felicidades com data marcada. O ano não é novo. Não! O ano é apenas e tão somente tempo!

O tempo é estéril. O tempo é estéril enquanto não existir fatos que fecundem significados. Sem fatos, não há sabor nem dissabor. Sem fatos não há felicidades, nem infelicidades. Melhor seria dizer ou desejar a alguém: seja feliz você nos fatos que hoje vive, seja feliz você nos próximos acontecimentos de sua vida!

Adjetivar em “novo” algo que é, essencialmente contínuo é um absoluto contra-senso. Tudo começa pelo cruel preconceito chamar alguém de velho com apenas um ano de idade. Além disto, por que “novo” se o hoje é a continuação do ontem? Chamar o ano seguinte de novo é mostrar que ainda não entendeu a extensão da unicidade do tempo presente. O passado está no presente assim como o futuro também está no presente, e pela unicidade ontológica existencial da própria cronologia.

Embora uno, o tempo é etéreo pela volatilidade da cronologia. O que é já foi, e o que há de ser, também se reduzirá em memória na história. Mas, a realidade tempo é indissociável!

Indissociável, assim o tempo é. Uno, assim o tempo é. E se desenvolve na dinâmica do presente perene, imutável condição única no gerúndio sendo; sempre.

Cada um faça-se feliz nos acontecimentos da vida e dentro do tempo agora.

 

Autor do texto: JUDSON SANTOS

 

ATENÇÃO!

Todos os direitos autorais reservados. Nenhuma parte das publicações neste site não pode ser reproduzida, armazenada ou transmitida de qualquer forma e por quaisquer meios sem a autorização prévia do autor.

Compartilhe!

4 Comentários

  1. Auristela

    muito boa essa publicação, todos deveríamos refletir sobre isso..

  2. waldete Pereira da Silva

    O melhor disernimento do tempo e dos sentimentos,A hora de ser feliz é o agora e em todos os momentos de nossas vidas .Obrigado judson aprendi com sua publicação mais um pouquino, Por que feliz Ano Novo?

  3. Ester Olivério

    Que linda Reflexao!
    Parabéns!
    …faço minhas as palavras da Walsinha <…aprendi com sua publicação….

  4. LIBIA REIS

    Maravilhosa

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *